top of page
  • Foto do escritorJessica Barros

COMPLIANCE NAS PEQUENAS EMPRESAS, É NECESSÁRIO?

Nos últimos tempos o termo COMPLIANCE tem sido muito popularizado no ambiente empresarial. Familiar as grandes organizações, ainda gera dúvidas entre as pequenas: Afinal, o que é compliance? Ele é mesmo necessário para as pequenas empresas? Compliance é caro?


Para entender a importância do compliance para as pequenas empresas é preciso primeiro entender o conceito por detrás da palavra. Podemos dizer que compliance é o ato de realizar o que foi imposto, ou seja, o dever de cumprir as normas externas (Leis, Decretos, Atos reguladores) e regulamentos internos (políticas, procedimentos, diretrizes) que impactam na atividade da empresa.

De forma simplificada o compliance possui dentro das empresas um PAPEL EDUCADOR, função esta muito importante, mas não única. Dentre os objetivos do programa também estão garantir a produtividade e reputação da empresa; melhorar o clima organizacional; auxiliar na obtenção de crédito; atrair clientes, parceiros e fornecedores e permitir a participação em licitações.

MAS SERÁ QUE O COMPLIANCE É MESMO NECESSÁRIO PARA AS PEQUENAS EMPRESAS?

Sim! Não só pelo fato de ser uma obrigação legal imposta pela Lei da Empresa Limpa (Lei 12.846/2013, mas porque proporciona a melhora da estrutura de negócios da empresa.


Se a gestão empresarial é uma engrenagem formada pelas atividades da empresa, o compliance é o elo que faz tudo funcionar em sintonia.

E QUANTO AO CUSTO? TER UM PROGRAMA DE COMPLIANCE EM UMA PME É CARO?

Ao contrário do que se costuma imaginar, nas pequenas empresas, o compliance pode ser implementado de forma simples e não é necessário investir em grandes estruturas para ter um programa adequado aos padrões legais.

Para se ter uma ideia, o programa inteiro de uma PME se alicerça em 5 pilares:


1. Comprometimento e apoio da direção; 2. Pessoa Responsável pelo programa; 3. Análise de Perfil de Risco; 4. Regras e instrumentos; 5. Monitoramento Contínuo.


Cada um deles moldado a realidade da empresa. O importante aqui é manter as boas práticas e evitar sanções para a empresa. Em resumo: Ter um programa de compliance é fator decisivo para o modelo de negócios da PME's que pensam em expansão, portanto, necessário.

[1] Controladoria Gral da União. Cartilha Integridade Para Pequenos Negócios.


21 visualizações0 comentário
bottom of page